top of page

Como se diz 'mineiro' em inglês?

Atualizado: 12 de jan.




Neste artigo vou provar a você que a melhor tradução de 'mineiro' para o inglês é 'Highlander'. Me acompanhe.


Quando temos que traduzir adjetivos pátrios de uma língua estrangeira para o português, por exemplo: brasileiro, americano, inglês, português, etc, geralmente temos versões desses termos em nossa língua, portanto, isso não é um grande problema. Vamos a um exemplo prático. Quando temos um texto dizendo 'The Brazilians are happy', simplesmente traduzimos 'os brasileiros são felizes'. No entanto, quando temos que traduzir adjetivos relacionados a cidade, província ou ao estado da pessoa, geralmente não temos uma correspondência exata para esse termo, o que nos faria traduzir, desta vez, do português para o inglês, uma frase do tipo 'os paulistas estão preocupados', por exemplo, como algo assim, 'the people from the state of São Paulo are worried'. Pensando nisso, uma pergunta me ocorreu. Eu sou mineiro, porque nasci no estado de Minas Gerais. Sabemos que mineiro é antes de mais nada, uma profissão que eventualmente serve como adjetivo pátrio. Se formos traduzir esse termo isolado para o inglês com a ajuda do famigerado Google tradutor, teremos um correspondente direto, 'miner', que no entanto - como era de se esperar - se refere à profissão de uma pessoa que trabalha em uma mina de extração de minérios. Entretanto, sabemos que o adjetivo 'mineiro' assim como o próprio gentílico nacional 'brasileiro' são discrepâncias linguísticas que se consolidaram historicamente por terem relação com os nomes do estado e do país que eles representam respectivamente. Para quem não sabe, 'brasileiro' é a designação de um ofício. Era assim que eram chamados os comerciantes de pau-brasil no inicio da exploração portuguesa do nosso território no século XVI. Sobre isso o Filólogo Silveira Bueno disse:



No tempo colonial, ‘brasileiro’ era adjetivo que indicava profissão: tirador de pau-brasil. Como tal, sendo esses homens criminosos, banidos para o nosso país por Portugal, o adjetivo tinha significado pejorativo e por isso ninguém queria chamar-se 'brasileiro'. foi o franciscano Frei Vicente do Salvador o primeiro que teve coragem de usar 'brasileiro', não já na antiga significação de tirador de pau-brasil, mas na de originário, oriundo, nascido no Brasil. (BUENO)

Ou seja, se fossemos levar em conta a regra corrente de adjetivos pátrios da língua portuguesa, o termo mais adequado para designar o habitante do Brasil, certamente não seria 'brasileiro'. Poderíamos dizer que seria melhor 'brasiliano' - aliás este termo é aceito como alternativa a “brasileiro” segundo o dicionário Aurélio - como é 'americano' para América, 'peruano' para o Peru, 'angolano' para Angola, etc. E assim é em quase todos os idiomas de larga utilização no mundo atual. Em italiano 'brasileiro' é 'brasiliano', em inglês é 'Brazilian' como em 'American' para 'americano'. Em espanhol temos 'brasileño' como ocorre também em 'puertorriqueño', angoleño, etc. Óbvio que temos outros casos de sufixos em português usados para denominar os habitantes dos países, como 'ês' que ocorre em 'português' como habitante de Portugal, 'finlandês' para Finlândia, 'escocês' para a Escócia ou 'inglês' para Inglaterra. Temos também alguns adjetivos pátrios que não usam esses prefixos, como 'alemão' para Alemanha, 'argentino' para Argentina ou 'Guatemalteco' para o habitante da Guatemala.





Como podemos notar, há vários sufixos para habitantes de lugares, no entanto, vimos que não existe o sufixo 'eiro' para adjetivos pátrios, pois esse sufixo geralmente nomeia, além de outras coisas, profissionais de algumas áreas, como ferreiro, jardineiro, torneiro, relojoeiro, jornaleiro, engenheiro, etc. Sendo assim, 'brasileiro' e 'mineiro' são exceções no mundo dos gentílicos - assim como 'campineiro' para quem nasce em Campinas, interior de São Paulo. Pensando nisso, qual seria a melhor correlação de uma denominação em inglês para 'mineiro', - não o profissional que trabalha nas minas é óbvio, mas sim, o habitante do estado brasileiro de Minas Gerais? Nesse caso a melhor opção, seria não traduzir, mantendo o adjetivo original em português com uma nota de rodapé ou, se referindo aos indivíduos a serem mencionados como 'habitante do estado de Minas Gerais', exemplo: "people from Minas Gerais". Como a rede de noticias CNN fez em um artigo sobre viagem:


...But the Mineiros -- as the people of Minas Gerais are known ...

Entretanto, sabemos, que o estado de Minas Gerais tem esse nome pelo fato de ter sido uma região de exploração de ouro e outros minérios no século XVII, e foi o centro comercial da Colônia nesse período o que levou a Metrópole a denominar essa área de as 'Minas Gerais' da coroa em oposição às 'minas particulares'.

No entanto, não foi esse o único gentílico usado pelos habitantes de Minas. Há outros nomes históricos que surgiram, por exemplo o termo 'geralista' também era usado nos tempos coloniais, mas houve outro gentílico relacionando à geografia local, que é o termo 'montanhês'.


A região de Minas Gerais já foi chamada de 'Terra das Alterosas', devido à morfologia do terreno que é quase em sua totalidade tomada por montanhas e serras. 'Alterosa', se refere à terras altas, assim como na Escócia temos o termo 'Highlands' (terras altas) para denominar o mesmo tipo de terreno. Os habitantes das 'Highlands' são os 'Highlanders'.

Jairo Guedz Guitarrista mineiro da banda de Death Metal "Troops of Doom". Foi membro da banda mineira mais famosa do mundo, o grande Sepultura na década de 1980. Aqui podemos vê-lo com sua esposa e filho no dia de seu casamento usando um kilt, vestimenta clássica dos highlanders escoceses

Resumindo, defendo que a melhor tradução de 'mineiro' para o inglês é - levando em conta sua história e sua morfologia, 'Highlander'. Mantendo inclusive a discrepância linguística, afinal, o sufixo 'er' é usado em inglês para se referir geralmente à profissões como 'writer' (escritor), 'singer' (cantor), 'gardener' (jardineiro), 'teacher' (professor), etc. Concordam? Obrigado.











Fontes:



Adjetivos Gentílicos e pátrios Portal São Francisco. Disponível em: <https://www.portalsaofrancisco.com.br/portugues/adjetivos-gentilicos-e-patrios >


11 Reasons I Like Living in Belo Horizonte. Brazilian Gringo. Disponível em:


<https://braziliangringo.com/11-reasons-living-belo-horizonte/ >


6 reasons to visit Minas Gerais, Brazil. CNN travel. Disponível em: <https://edition.cnn.com/travel/article/what-to-see-minas-gerais-brazil/index.html>


'Brasileiro', a palavra já nasceu pegando no pesado. Revista Veja. Disponível em:< https://veja.abril.com.br/coluna/sobre-palavras/brasileiro-a-palavra-ja-nasceu-pegando-no-pesado/>


André Stanley é escritor e professor de História, inglês e espanhol. Também atua como designer gráfico e fotografo. É autor do livro "O Cadáver" e editor dos blogs: Blog do André Stanley, Stanley Personal Teacher. Colaborador do site especializado em Heavy Metal Whiplash. Foi um dos membros fundadores da banda de Heavy Metal mineira Seven Keys.

54 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page